07
Jun 09

 Acordei no Hospital e não sabia o que se tinha passado comigo, tinha o corpo durmente.

Olhei para o lado e o meu coraçao foi como se tivesse parado.

Vi o meu pai a rezar a Deus para levar a minha mãe para o céu.

Foi entao que lhe perguntei:

- Pai o que se passa?

Abraçou-se a mim, foi como o mundo desabasse!

Percebi logo naquele silêncio o que se tinha passado. A minha mãe tinha morrido.

-Com o tempo a dor passa. – Disse ele tentando me acalmar, como se isso resolve-se alguma coisa.

Olhei para mim e vi um enorme vazio no lugar onde deveriam estar as minhas pernas, tentei não ligar, fiquei calada a espera que me acordassem e me dissessem que estava a ter um grande pesadelo

Mas isso não aconteceu, perguntei ao meu pai pelas minhas pernas, e ele chorou, apenas isso.

-Pai diz-me o que se passou. - Gritei eu com ele

-Tu e a tua mãe tiveram um acidente, ela faleceu, e a ti tiveram que amputar as duas pernas. Tiveste em coma 5 meses. Amanha já sais daqui, vamos voltar para casa!  

-Porquê a mim? Porquê a nós? E agora como vai ser?

A minha cabeça não parava de questionar, mas ninguém encontrava respostas.

Estava a ir para casa, por onde passava ficava tudo a olhar para mim.

Nunca dei apoio ás pessoas diferentes.

Soube o que é ser diferente, por a maneira pior que existe, passando por ela.

 

 

publicado por FlAvIa dIaS às 21:38

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO